Prefeita Adriane (PP) inaugura parquinho inclusivo e amplia vagas em Emei revitalizada

A revitalização e construção de salas modulares na Emei Maria Dulce corroboram o legado da prefeita Adriane (PP), para a educação e a primeira infância no município

Por Redação em 11/06/2024 às 19:27:11

Crianças brincando no parquinho inclusivo antes mesmo da inauguração e mais 125 vagas na Emei Maria Dulce, completamente revitalizada, onde foram construídas salas modulares. Esse foi o cenário visto no Jardim Noroeste, nas primeiras horas da manhã desta segunda-feira (10). Localizado no centro do bairro, o playground é um espaço recreativo e também um símbolo de inclusão e igualdade de oportunidades para todas as crianças da região. A revitalização e construção de salas modulares na Emei Maria Dulce corroboram o legado da prefeita Adriane (PP), para a educação e a primeira infância no município.

Adriane realizou as inaugurações dos espaços, cumprindo mais um compromisso com a inclusão, lazer e educação das crianças campo-grandenses, que são o futuro da Capital das Oportunidades.

Ao lado de Heitor Garcia, de 7 anos, a prefeita Adriane lembrou que o parquinho ao lado do CRAS Noroeste promove lazer e momentos que ficarão na memória dessas crianças.

"O espaço é inclusivo e nos dá uma alegria enorme chegar neste ambiente e ver que as crianças já estão brincando, sorrindo e se divertindo com a benfeitoria que faz parte de um projeto em parceria que irá instalar 25 parquinhos inclusivos pela cidade", disse a prefeita Progressista.

A mãe de Heitor, Crislene Garcia da Silva, de 33 anos, destaca que o filho e as demais crianças do bairro estão supercontentes com os "brinquedos novos". Ela diz ainda que a adaptação dos brinquedos para crianças com deficiência é um marco.

"Estamos achando maravilhoso, porque tínhamos que ir longe para ver as crianças brincarem. Um parquinho adaptado possibilita que as crianças especiais também brinquem com segurança, e por isso eu amei a ideia. O balanço para cadeirantes ficou incrível", disse Crislene.

O equipamento faz parte de um projeto de implantação de 25 playgrounds acessíveis em seis regiões da cidade, em parceria com o Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso do Sul (MPT), Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região (TRT) e o Instituto Manoel Bonifácio (IMB).


Revitalização e Mais Vagas

A Emei Maria Dulce foi contemplada pelo programa Juntos Pela Escola e também teve a construção de três amplas salas modulares, que irá aumentar em 125 o número de vagas na educação infantil grupo 5. Os novos alunos iniciam na próxima semana, e para os pais a vitória é imensa.

Angélica Martins de Souza, de 28 anos, tem um filho que irá estudar na unidade e, para ela, os alunos e funcionários mereciam a revitalização. "Meu filho vai estudar aqui e vejo que todos amaram a reforma. Os alunos estão ansiosos pelos novos brinquedos, e a construção das salas novas foi maravilhosa. Está tudo lindo e estamos felizes".

A Emei teve adaptação nos banheiros, gerando acessibilidade, adaptação da estrutura do refeitório, substituída por vidro; pintura completa; além disso, a unidade recebeu brinquedos e parque, kits pedagógicos e novos mobiliários. As placas solares serão instaladas após medição do telhado para o local ter energia limpa.

"A revitalização, as salas modulares e as novas vagas são um sonho em realização que foi construído com planejamento, diálogo e muito empenho de toda a gestão. Estamos agradecidos por mais essa conquista para a educação pública municipal de Campo Grande. Vamos tratar todas as crianças com respeito e dignidade para que possam crescer com uma base boa para um futuro bom", disse a prefeita Adriane, durante a entrega das melhorias na unidade escolar.

Para Juliana da Silva Cirilo, de 32 anos, a oportunidade que os novos alunos terão de frequentar a Emei é fundamental para pais e mães da região. O filho dela já estuda na unidade e frequenta o grupo 1.

"A reforma da escola é um avanço para os pais e principalmente porque agora eles terão a oportunidade de frequentar a escolinha, ter um parquinho novo e adequado para brincar e fazer as atividades. Sem dizer que as novas salas com acessibilidade e rampas também foram bem organizadas para atender a todos", disse.

A diretora da Emei, Lucinete Bispo de Oliveira Carvalho, destacou que a reforma era esperada pela comunidade escolar e o pedido foi atendido graças ao olhar de Adriane para a educação. "São anos trabalhando na educação e esperando esse olhar sensível ao ambiente, estética e melhorias. É uma alegria imensa poder contar com essa gestão para realizar as benfeitorias, por isso agradecemos muito".

Comunicar erro

Comentários